Em Meio A Crise, Profissão De Corretor De Imóveis Cresce 30%

Os últimos três anos não tem sido os melhores para quem atua no mercado de trabalho brasileiro. O país já soma 14,2 milhões de desempregados, conforme o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) mas, mesmo em época de crise econômica, uma profissão tem ganhado destaque e crescido em todo o Brasil: a de corretores de imóveis.

Em Mato Grosso, cerca de 5.400 pessoas atuam no mercado de corretagem. Desse total, 50% (2.700) trabalham na capital. Nos últimos 3 anos, o número de inscritos no Conselho Regional de Corretor de Imóveis de Mato Grosso (CRECI), 19ª Região, condição essencial para atuar no mercado, cresceu 30%.

Formação – Para ser um corretor de imóveis é necessário passar por cursos de formação para, só depois, ser habilitado pelo Creci para exercer a profissão. Hoje, o mercado oferece cursos técnicos de transações imobiliárias. Algumas instituições oferecem a formação que, em média, dura sete meses. O profissional também pode ser um tecnólogo na área.

Com status de curso superior, os cursos tecnológicos duram dois anos. Há ainda a possibilidade de buscar outras especializações como o de perito imobiliário e avaliação imobiliária. “São cursos que agregam ao profissional, aumentando seu leque de atuação”, explica o presidente do Creci.

Fonte: A Tribunacorretor-imoveis-antecipe-atendimento

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *